terça-feira, 31 de janeiro de 2012

A Invenção do Cotidiano - Michel de Certeau - Primeira Parte - UMA CULTURA MUITO ORDINÁRIA - Capítulo 3 – Fazer com: usos e táticas

Certeau continua fazendo sua análise do Everyday, pensando nas situações cotidianas, sendo assim, ele diz que há uma linha de ação específica, como por exemplo, as diferentes forças que atuam nas situações do trabalho e no lazer. Cada lugar precisa de operações condicionadas a esses lugares e as estratégias produzem distintos tipos de operações que são utilizadas pelas táticas. As operações se constroem da organização e reorganização constante de elementos culturais que transitam a medida em que as pessoas se identificam entre si e com os lugares. O reconhecimento dessas ações se estabelece como usos, não como prática utilitária, mas como prática significativa. Por exemplo, quando uma pessoa assiste a TV, o que ela produz a partir desse consumo? Como ele consome e o que ele produz a partir do processo de “aculturação” a qual foi submetido? A Tv age como um colonizador, marcando território, desrespeitando a raiz cultural do colonizado. A TV também enraíza a cultura do consumo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário